Posted on Deixe um comentário

Quem Possui Mediunidade e Porque

Quem Possui Mediunidade e Porque

Qual É O Propósito de Mediunidade e Quem Possui?

Sugestões de Livros

O Novo Sistema Solar

O Novo Sistema Solar, de acordo com o autor contatado Domingos Yezzi (yezzi.co)
O Novo Sistema Solar, de acordo com o autor contatado Domingos Yezzi (yezzi.co)
Subdivisão do nosso Sistema solar em 2 novos sistemas solares
Subdivisão do nosso Sistema solar em 2 novos sistemas solares, de acordo com o autor contatado Domingos Yezzi (yezzi.co)


Os 12 planetas do nosso sistema solar atual
Os 12 planetas do nosso sistema solar atual, de acordo com o autor contatado Domingos Yezzi (yezzi.co)
Posted on Deixe um comentário

Amor, Sexualidade e Relacionamentos Conjurados Pela Lei da Atração: A Realidade Humana

Amor, Sexualidade e Relacionamentos Conjurados Pela Lei da Atração

Neste texto SETH explica a comportamento sexual humano e a realidade que é formada como resultado deste comportamento. Meus comentários sobre o texto e assunto estão no vídeo acima.

O amor é uma necessidade biológica, uma força que opera num grau ou outro em toda a vida biológica. Sem amor, não há compromisso físico com a vida — nenhum apego psíquico.

O amor existe se é ou não sexualmente expresso, embora seja natural que o amor procure expressão. O amor implica lealdade. Ele implica compromisso. Isso se aplica às relações lésbicas e homossexuais, bem como as heterossexuais. Em sua sociedade, no entanto, a identidade está tão relacionada aos estereótipos sexuais que poucas pessoas se conhecem bem o suficiente para entender a natureza do amor e assumir tais compromissos.

Atualmente está ocorrendo um período transitório, no qual as mulheres parecem procurar a liberdade sexual promíscua, mais geralmente concedida aos homens. Acredita-se que os homens são naturalmente promíscuos, despertados por estímulos sexuais quase completamente separados de qualquer reação complementar “mais profunda”. O homem, então, é visto querer sexo independente de ter ou não algum sentimento de amor pela mulher em questão — ou, às vezes, desejá-la precisamente porque ele não a ama. Nesses casos, o sexo não é uma expressão de amor, mas uma expressão de escárnio ou desprezo.

Então, as mulheres, aceitando essas idéias, frequentemente procuram uma situação em que elas também podem se sentir livres para expressar seus desejos sexuais abertamente, tendo ou não algum amor envolvido. No entanto, a lealdade é a parceira do amor, e os primatas exibem tais evidências em vários graus. O homem, em particular, tem sido ensinado a separar o amor e o sexo, de modo que uma condição esquizofrênica resulta que rasga sua psique — em termos operacionais — conforme ele vive sua vida.

A expressão da sexualidade é considerada masculina, enquanto a expressão de amor não é considerada masculina. Numa medida ou outra, então, o homem se sente forçado a dividir a expressão de seu amor da expressão de sua sexualidade. Seria desastroso para as mulheres seguirem o mesmo curso.

Esta grande divisão levou a suas principais guerras. Isso não significa que os homens são sozinhos responsáveis ​​pelas guerras. Isso significa que o homem se divorciou tanto da fonte comum de amor e sexo que a energia reprimida surgiu naqueles atos agressivos de estupro e morte cultural, em vez de nascimento.

Quando você olha para o reino animal, você supõe que o macho escolhe cegamente, liderado pelo instinto “burro”, de modo que, em termos gerais, uma fêmea fará tão bem como qualquer outra. Quando você descobre que uma certa química ou aroma irá atrair um certo inseto macho, por exemplo, você dá como garantido que esse elemento é o único responsável em atrair o macho à fêmea. Você dá por certo, em outras palavras, que as diferenças individuais não se aplicam em casos tão distantes da sua própria realidade.

Você simplesmente não consegue entender a natureza de tal consciência e, assim, você interpreta seu comportamento de acordo com as suas crenças. Isso seria triste o suficiente se você não usasse frequentemente esses dados distorcidos para definir melhor a natureza do comportamento masculino e feminino.

Ao distorcer suas idéias de sexo, você ainda limita a grande capacidade de lealdade humana, que sempre está ligada ao amor e à expressão do amor. As relações lésbicas e homossexuais são, na melhor das hipóteses, tênues, exageradas com emoções confusas, muito raramente capazes de manter uma estabilidade que permita o crescimento individual. O relacionamento heterossexual também se decompõe, pois a identidade de cada parceiro se baseia em papéis sexuais que podem ou não se aplicar aos indivíduos envolvidos.

Já que você crê que o sexo é o único método adequado de expressão do amor e, ainda assim acredita que o sexo e o amor estão divididos, você fica num dilema. Essas crenças sexuais são também muito mais importantes nas relações nacionais do que você percebe, pois você tenta levar o que você crê como uma posição masculina na figura de uma nação. Então, por exemplo, a Rússia. A Índia assume uma posição feminina — em termos de suas crenças, agora.

Uma pequena nota: Um homem com tumores de qualquer tipo — pedras nos rins ou úlceras, por exemplo — tem tendências que ele considera femininas e é, portanto,”dependente” do que ele está envergonhado. Numa cerimônia biológica simulada, ele dá a luz conforme ele produz dentro de seu corpo material que não estava lá antes. Nas úlceras, o estômago se torna o útero — ensanguentado, dando à luz feridas — sua interpretação da tentativa “grotesca” de um homem de expressar características femininas.

~ SETH [A Natureza da Psique, Sessão 770] – Traduzido por Chris C. Breault a/k/a Vaani Bhadra

Posted on Deixe um comentário

⚣ Homosexualidade, Passado-Presente-Futuro e Mais!

Homosexualidade, Passado-Presente-Futuro e Mais!

Neste video eu comento e respondo as perguntas citadas abaixo. Para ler o texto mencionado no vídeo, O Eu-Todo Como Macho e Fêmea.

PERGUNTA: Sobre a Homossexualidade …

Chris, o que a espiritualidade tem a dizer sobre a homossexualidade? Eis um tema que está modificando nossa sociedade gradativamente. Muitas religiões condenam a homossexualidade como um pecado gravíssimo e, infelizmente, ainda em muitos países no mundo pessoas morrem vítima de homofobia. Porém, por meio da reencarnação entendemos que nossas almas não tem sexo a menos que habitem um corpo, certo?  Assim como os anjos, arcanjos, serem celestiais  também não tem sexo. Acredito que duas pessoas que se amam e se respeitam, independentemente de suas condições sexuais, se não fazem mal à ninguém, o que pode haver de errado nisso? Pessoas dizem que Deus condena, mas não acredito nesse sentido de “salvação”, e sim de evolução, que somos seres em constante transformação. Será que a homossexualidade também faz parte do nosso processo de reencarnação, ou seja, “escolhemos” nascer assim, como é meu caso, para poder aprender o que for preciso nessa vida, para me tornar um espírito mais evoluído? Essa é minha dúvida. Desde já agradeço pela resposta.

PERGUNTA: Como usar a Lei da Atração eficazmente …

  1. A principal ferramenta da Lei da Atração é o pensamento, certo? Pois bem, minha dúvida é: só pensar e visualizar as coisas acontecendo já basta, ou é preciso “enviar” seu pensamento para o Universo? Caso a última alternativa seja a correta, como eu poderia fazê-la?
  2. Uma das suas dicas é a Lista de Desejos, que eu até já fiz; mas eu gostaria de saber se ela precisa ser necessariamente ser num papél mesmo, ou se posso fazê-la no bloco de notas do celular, por exemplo. Há alguma diferença na eficácia se ela não for manuscrita?
  3. Li mais sobre a Lei em outros sites, e vi que é bom “fingir para acontecer”: agir como se você já tivesse atingido o que você está almejando. Não só agir, mas escrever também como se você já tivesse conseguido o que quer, demonstrando gratidão pelo fato ter sido realizado. E isso me deu uma ideia: como sou escritora, logo pensei em escrever uma “história” do meu futuro, narrando os acontecimentos, e reler a história sempre que eu puder. Mas aí me veio a dúvida. Qual tempo verbal eu uso: passado ou presente? Qual deles você acha que fará com que o Universo “entenda” melhor?

A Milagrosa Pílula Dane-se

Produtos Que Você Talvez Goste …

Posted on

Qual É O Propósito da Existência? Por Que Eu Nasci?

Qual É O Propósito da Existência? Por Que Eu Nasci?

Do livro “The Seth Material:”

“… você deve ser ensinado e treinado em criar de forma responsável. O seu é um sistema de treinamento para a consciência emergente “.

“Vocês estão aprendendo a ser co-criadores. Vocês estão aprendendo a ser deuses conforme você agora entende o termo. Você está aprendendo responsabilidade — a responsabilidade de qualquer consciência individualizada. Você está aprendendo a lidar com a energia que é você mesmo, para fins criativos”.

De “As Primeiras Sessões:”

“A criança deve amadurecer e seu sistema é um terreno em amadurecimento, um bastante primário … Uma escola inicial … ”

“A raça humana é um estágio que as várias formas de consciência viajam. Antes de poder ser permitido em sistemas de realidade mais extensos e abertos, vocês devem primeiro aprender a lidar com a energia e ver, através da materialização física, o resultado concreto do pensamento e da emoção.”

“Em sistemas mais avançados, pensamentos e emoções são automatica e imediatamente traduzidos em ação, em qualquer aproximação da matéria que existe. Portanto, as lições devem ser ensinadas e aprendidas bem. A responsabilidade pela criação deve ser claramente compreendida.”

Segundo Seth, o mundo físico pode ser pensado como uma escola primária. Estamos todos matriculados em uma escola cósmica e estamos aqui para aprender e para desfrutar nosso ser. No solo fértil da realidade física, devemos crescer e florescer.

Nossa experiência do dia a dia é a nossa sala de aula, e estamos aprendendo os ABCs de como usar a energia para que possamos nos tornar co-criadores conscientes com o Espírito Univeral, Mente, Deus, TUDO O QUE É, ou qualquer termo que você preferir. Por um lado, somos cada um uma manifestação única do Espírito Universal / Tudo O Que É, e, por outro lado, somos deuses “infantis” individuais, ou deuses em treinamento.

Uma das lições mais importantes a serem aprendidas é que criamos nossa própria realidade, de acordo com nossos pensamentos, emoções e crenças. Cada um de nós tem acesso a energia ilimitada e o conhecimento interno de nossa “alma” ou [nossa] maior identidade, e somos supostos aprender a usar nosso incrível poder com habilidade e sabedoria.

FONTE/CRÉDITO: Seth Learning Center
Posted on Deixe um comentário

A Sua Imaginação É O Seu Poder

A Sua Imaginação É O Seu Poder

O poder da imaginação é maior do que muitos imaginam.

“Nenhum método funcionará se você tem medo de seus próprios impulsos ou da natureza do seu próprio ser. A maioria de vocês entende que Tudo O Que É está dentro de você; que “Deus” está dentro da criação, dentro da matéria física, e que “Ele” não funciona simplesmente como um diretor cósmico no exterior da realidade. Você deve entender que o eu espiritual também existe dentro do eu físico da mesma forma. O eu interior também não é remoto, não se divorciou dos seus desejos e assuntos mais íntimos, mas sim se comunica através do seu menor gesto.”

~ SETH [O Indivíduo E A Natureza dos Eventos de Massa], Traduzido por Vaani Bhadra (a/k/a Chris Breault

Posted on

Escolhemos As Vidas Que Vivemos

Escolhemos As Vidas Que Vivemos

“Eu fui uma vez uma mãe com doze filhos. Ignorante em termos de educação, longe de ser bela, particularmente em anos posteriores, com um temperamento selvagem e voz rouca. Isto foi cerca de Jerusalém no século VI. As crianças tinham muitos pais. Eu fiz o meu melhor para prover para elas.

“Meu nome era Marshaba. Vivíamos onde podíamos, agachados nas entradas e, finalmente, todos mendigando. No entanto, nessa existência, a vida física tinha um contraste, uma nitidez maior do que qualquer outra que eu conhecera. Uma crosta de pão era muito mais deliciosa para mim do que qualquer pedaço de bolo, por mais glacê que tivesse tido em vidas anteriores.

“Quando meus filhos riam, sentia-me encantada e, apesar das nossas privações, todas as manhãs era uma surpresa triunfante ver que não morremos durante nosso sono, que não tivéssemos sucumbido à fome.

“Eu escolhi essa vida deliberadamente, como cada um de vocês escolhe cada uma de suas vidas, e eu fiz isso porque minhas vidas anteriores me deixaram muito blasé. Eu estava muito almofadado. Eu não mais focava com clareza sobre as verdadeiras delícias físicas espetaculares e experiências que a terra pode fornecer.

“Embora eu gritasse com meus filhos e berrasse às vezes de raiva contra os elementos, fiquei impressionada com a magnificência da existência e aprendi mais sobre a verdadeira espiritualidade do que jamais fiz como monge. Isso não significa que a pobreza leve à verdade, ou que o sofrimento seja bom para a alma. Muitos que compartilhavam essas condições comigo aprenderam pouco. Isso significa que cada um de vocês escolhe as condições de vida que você tem para o seu próprio propósito, sabendo de ante-mão onde suas fraquezas e forças estão.

“Na composição da minha personalidade, conforme, em seus termos, eu vivi vidas mais ricas depois, aquela mulher esteve viva novamente em mim —como, por exemplo, a criança está viva no adulto e cheia de gratidão comparando circunstâncias posteriores com as existências anteriores . Ela me incentivou a usar melhor as minhas vantagens.”

~ SETH [Seth fala, Sessão 589]

FONTE: Kanye West diz que 400 anos de escravidão foram uma escolha

Posted on Deixe um comentário

Intenção Consciente

Intenção Consciente

“Em seu sistema de realidade, as outras criaturas não podem deixar de agir com boa intenção, mesmo que sua intenção seja matar suas presas. Devido a muitas razões dadas em todo o material, a humanidade tirou-se fora desse contexto.”

“Aparentemente, ela desistiu de uma certa identificação com a natureza e, como resultado, ela finalmente chegará a apreciá-la de um ponto de vista completamente diferente. Ela aprenderá a ser “conscientemente” bem-intencionada. Ela procurará conscientemente o seu próprio bem, não à custa dos outros, pois ela perceberá que não pode alcançar nenhum bem dessa maneira.”

“Você não pode matar um galinha, pessoalmente, e comê-la confortavelmente. Você certamente não pode matar uma vaca, sozinho. Você sabe que os matadouros são cruéis, que os animais não são mortos limpa e rapidamente e, em certa medida, o desassossego psíquico desses animais É consumido com sua carne.”

“Quando o homem aprender a se aproximar de um ambiente psicologicamente bem-intencionado, ele estará seguindo a natureza inerente de todas as realidades.”

~ SETH [As Sessões Pessoais, Livro 4, Sessão 9/ago/78]

Posted on Deixe um comentário

A Mensagem de Cristo Foi Que Cada Homem É Inerentemente Bom

A Mensagem de Cristo Foi Que Cada Homem É Inerentemente Bom

“A mensagem de Cristo foi que cada homem é inerentemente bom, e é uma parte individualizada do divino — e ainda assim uma civilização baseada nesse preceito nunca foi tentada. As vastas estruturas sociais do cristianismo baseavam-se, em vez disso, na natureza “pecaminosa” do homem — não nas organizações e estruturas que o permitissem tornar-se bom ou obter a bondade que Cristo claramente percebeu o homem já ser possuído.”

~ SETH [A Natureza dos Eventos de Massa, Sessão 829]

Posted on Deixe um comentário

Sempre Eliminar Pensamento Negativo Prontamente

Sempre Eliminar Pensamento Negativo Prontamente

Agora, me ouçam. Quando vocês se depararem com essas imagens negativas em sua mente e projetá-las para o futuro, vocês devem de imediato mentalmente destruir essa imagem e substituí-la por uma imagem construtiva, vendo-se, por exemplo, sentando no comando de uma sala bem organizada. Isto deve ser feito imediatamente em cada tal ocasião e circunstância. Este exercício de fato eliminará a imagem negativa anterior.

~ SETH [ Traduzido por Christina Chalréo Breault ] — As Primeiras Sessões, Livro 7, Sessão 332, Página 333

Posted on Deixe um comentário

Como Fazer Contato Com O Seu Mentor Espiritual 👼

Como Fazer Contato Com O Seu Mentor Espiritual

Uma pessoa que assiste os meus vídeos me escreveu perguntando o seguinte:

Como fazemos para entrarmos em contato com nosso mentor ? Realmente há um preparo para isso? Tenho visto alguns vídeos na Internet referente a isso, mas muito deles enrolam para explicar, e não dizem coisa nenhuma, e muitas vezes fazem venda de livros e materiais que explicam. Mas acho desnecessário gastar quase R$300,00 só para saber disso. Gostaria de uma coisa mais direta e simples , se possível.

Lembro que assistindo a seus vídeos, você disse que ficou chateada, pois soube que os conteúdos de seus vídeos estavam sendo exibidos, sem sua autorização, e você optou por removê-los, mas depois decidiu voltar atrás e continuar com seu trabalho, após essa conversa com seu mentor. Então gostaria de saber: como faço para entrar em contato com meu mentor?

Em resposta a pergunta, eu vou compartilhar um texto de SETH onde ele fala sobre a nossa conexão com o mundo espiritual, onde pensamos estar os grandes mentores espirituais. Mas se pensarmos que somente no mundo espirtual eles estão presentes, estaremos limitando a capacidade dos próprios seres que consideramos superiores em evolução espiritual e, sendo assim, porque estariam num planeta como o nosso? O problema em pensar assim é que colocamos uma venda em nossos próprios olhos porque só conseguimos ver aquilo que está dentro da nossa consciência. Tudo no mundo físico é espiritual. Só porque entramos no mundo físico não perdemos nossa essência espiritual, continuamente exibida e comunicada através de nossas emoções, que são nossa energia emitida de dentro de nós para o universo todo, aqui e além. É esse além que só conseguimos alcançar com a nossa consciência e onde encontramos os guias desencarnados, os mentores espirituais. Eis o que um deles, SETH, diz sobre isto:

“Você não é agora o que era dez minutos antes, você não é o mesmo ser física, psicológica, espiritual ou psíquicamente, e dez minutos após este momento você será diferente novamente.Negar isso é tentar forçar a consciência em alguma forma rígida a partir da qual não consegue nunca ser libertada, a aplicar-lhe regras que fazem um cenário psicológico bastante agradável.

(Neste momento a voz de Seth realmente começou a crescer.)

“AGORA, EU GOSTARIA QUE VOCÊ NOVAMENTE SE CONSCIENTIZASSE DA ENERGIA QUE ESTÁ DISPONÍVEL. SE RUBERT PODE USÁ-LA, CADA UM DE VOCÊS PODE USÁ-LA EM SUA PRÓPRIA MANEIRA. EU QUERO QUE VOCÊS ABRAM ESSA BARREIRAS QUE VOCÊS ERGUERAM DENTRO DE VOCÊS MESMOS. ESTA VOZ [QUE VOS FALA] É SOMENTE USADA COMO SÍMBOLO DA ENERGIA E DA FORÇA QUE ESTÁ DISPONÍVEL PARA CADA UM DE VOCÊS, À MEDIDA QUE VOCÊS USAM ESSAS HABILIDADES QUE SÃO SUA HERANÇA.

“Você deveria ouvir o seu próprio eco da minha voz como um símbolo de sua própria energia e alegria. Esqueça os egos trêmulos que vocês às vezes são e, em vez disso,  lembrem-se a essência mágica de seu próprio ser que canta mesmo agora através de seus dedos. Esta é a realidade que você está procurando. Experimente-a plenamente. Vocês precisam de uma coisa velha e morta como eu para lhe dizer o que é a vida? Eu deveria ter vergonha.

“Agora, desejo-vos uma boa noite e as bênçãos que são minhas para dar, eu lhes dou. Viajem em paz, alegria e segurança, em seus corpos e fora [deles].”

~ Seth Fala, Apêndice, Sessão da Classe de ESP, terça-feira, fevereiro 9, 1971

Como vêem, é importante nos libertarmos de qualquer crença que nos limita de ser e agir como os deuses criadores que somos. Se somos deuses, como de fato somos, então vamos SER! Vamos ocupar esta posição em nós mesmos!!

De modo que aquele mendigo sentado na esquina com uma latinha de esmolas é um deus, e ele também tem muito a nos ensinar, e a primeira lição, logo de cara, é que como um deus podemos escolher até mesmo deixar de ser deus e viver uma realidade onde cremos que deus nem existe. O sofrimento só é bom quando ensina que sofrer não é necessário. Nao precisamos mendigar ao Universo! E isso inclui mendigar por contato com nossos mentores espirituais, ou por abundância, por saúde ou plenitude, pois tudo é a nossa herança como os deuses que somos!

Posted on Deixe um comentário

Renascimento Psíquico

Renascimento Psíquico

“A intensidade do sentimento interior é o fator dominante [aqui].

“Uma repentina mas intensa sensação de ódio ou ressentimento ou medo pode causar trágicas circunstâncias físicas, por exemplo. Uma exaltação súbita e intensa, no entanto, terá o mesmo efeito físico imediato e literalmente espantoso, mas oposto. Ou seja, pura alegria, mesmo de curta duração, pode literalmente mudar a direção de uma vida.

“Entre estes extremos estão todas as outras cores e matizes do sentimento interior. Uma variedade de sentimentos pobres ou negativos, no entanto, de intensidade bastante baixa, pode se somar a um clima emocional negativo geral, que se projeta para fora na realidade física.

“Esses sentimentos negativos serão traduzidos em termos físicos. Faz pouco bem saber que os sintomas físicos ou ambientes físicos inadequados são simbólicos a menos que você perceba que a situação interna pode ser alterada.

“Agora APARECE a você que uma diferença é trabalhada quando você troca um símbolo físico pobre por um construtivo. A mudança de curso vem antes disso no eu interior. O ser físico simplesmente usa o sistema físico como um tabuleiro.

“Deve ser percebido que as condições físicas não são permanentes, mas sempre em mudança. Imaginar o contrário é tornar-se hipnotizado pelos símbolos físicos.

“Cada dia deve ser considerado um novo dia. Ruburt‡ não deve pensar, por exemplo: “Eu tenho tido esses sintomas por tanto e tanto tempo.” Isso reforça a idéia de permanência.

“O dia deve ser considerado como um renascimento psíquico.”

~ SETH – As Primeiras Sessões, Livro 8, Sessão 334 [Traduzido por Chris Chalréo Breault]

Ruburt é como Seth chamava Jane Robert, devido uma conexão de pai e filho que tiveram em vidas passadas onde Jane Robert foi filho de Seth, em cerca do século VI.
Posted on Deixe um comentário

O Poder da Imaginação e da Emoção + Exercício

O Poder da Imaginação e da Emoção + Exercício

“Imaginação e emoções são as formas mais concentradas de energia que você possui como criaturas físicas. Qualquer forte … [Texto completo no vídeo]